Cantora cancela show em festa de posse de Trump após críticas de fãs LGBT

(Corrige título e lead).

Washington, 14 jan (EFE).- A cantora Jennifer Holliday cancelou neste sábado sua participação na festa de posse do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, na próxima semana, e pediu desculpas aos fãs da comunidade LGBT por ter aceitado o convite.

Em carta aberta, divulgada pelo site "The Wrap", a estrela de "Dreamgirls: Em Busca de um Sonho" pediu desculpas à comunidade LGBT e afirmou que "desconhecia os temas que afetam cada americano neste momento crucial da história e que causam consternação e angústia".

Holliday, estrela da Broadway, era um dos poucos rostos conhecidos que teve presença confirmada na festa de posse do republicano. Após o anúncio, os fãs da cantora, que sempre teve uma relação especial com a comunidade LGBT, manifestaram descontentamento e decepção nas redes sociais.

"Minha única opção agora é estar ao lado da comunidade LGBT e declarar inequivocamente que não atuarei na festa de posse, nem em qualquer outra das celebrações", indicou Holliday na carta.

A cantora encerra a carta reiterando que está ouvindo o pedido dos fãs e que compartilha da dor deles.

Ao contrário de outras posses no país, Trump contará com um grupo pequeno de artistas famosos na cerimônia. O atual presidente do país, Barack Obama, por exemplo, teve a presença de nomes como Beyoncé, Bruce Springsteen e U2 quando assumiu o poder.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos