Ventos fortes derrubam estátua de Simón Bolívar no norte da Colômbia

Bogotá, 14 jan (EFE).- Os fortes ventos que castigam a cidade de Santa Marta, no norte da Colômbia, derrubaram neste sábado uma estátua de Símon Bolívar localizada na Quinta de San Pedro Alexandrino, local onde o "Libertador" morreu em 1830.

"Os fortes ventos das últimas horas provocou a queda da estátua que tem 126 anos e está localizada na região do jardim de entrada da Casa Principal", afirmou o Museu Bolivariano, órgão que está dentro das instalações da Quinta de San Pedro Alexandrino.

A estátua, explicou o museu, foi feita em mármore de Carrara na Itália pelo professor Pedro Montarsolo Victorio.

"A obra do Libertador pertence ao estilo neoclássico e sua temática estava ligada aos processos de luta política e libertação como evento, referência e testemunho da época", disse a diretora da instituição, Zarita Abelló de Bonilla, em comunicado.

Após a queda, a escultura será avaliada para ser posteriormente restaurada, explicou a diretora do Museu Bolivariano.

A estátua de Simón Bolívar foi um presente de Ramón Goenaga, que foi governador do departamento de Magdalena, do qual Santa Marta é capital, em 1891.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos