Encontrada uma das caixas-pretas do avião que caiu no Quirguistão

Moscou, 16 jan (EFE).- Os serviços de resgate do Quirguistão localizaram uma das duas caixas-pretas do Boeing 747-400 de carga turco que caiu nesta segunda-feira na área residencial ao lado do Aeroporto Internacional de Bishkek, em um acidente que causou pelo menos 37 mortes.

"Encontramos no local do acidente um dos registradores de voo do avião. A busca pelo segundo continua", informou um dos porta-vozes do primeiro-ministro do Quirguistão, Sooronbay Zheenbekov, à agência "Interfax".

Embora conforme as últimas informações do Ministério de Emergências sejam 37 pessoas mortas, incluindo os quatro tripulantes, o ministro da Saúde, Talantbek Batiraliyev, confirmou a morte de 31 pessoas e disse que fragmentos de outros nove corpos foram encontrados no local, o que poderia elevar o número de vítimas a 40.

De acordo com o vice-primeiro-ministro do Quirguistão, Mujammetkaliy Abulgaziyev, os fragmentos estão espalhados, já que o avião se partiu em três ou quatro partes.

Ao todo, 15 pessoas, entre elas seis menores de idade, ficaram feridas e foram levadas a hospitais de Bishkek, a capital do país.

O Boeing 747-400 da companhia turca Avia Cargo Turkish (ACT), cobria um voo para Turkish Airlines quando caiu na área residencial da cidade de Dacha-Suu, a menos de dois quilômetros da pista do aeroporto. Quase todas as vítimas do acidente eram moradores.

A aeronave, que fazia a rota Hong Kong/Istambul, com escala em Bishkek, destruiu pelo menos 32 casas no acidente, que aconteceu às 7h17 (horário local, 23h17 de domingo em Brasília).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos