Eleição de presidente da Eurocâmara terá terceira rodada de votação

Estrasburgo (França), 17 jan (EFE).- A eleição do presidente do Parlamento Europeu (PE) terá uma terceira rodada de votação após a segunda não ter definido um vencedor, confirmou nesta terça-feira após a apuração no plenário o presidente em fim de mandato, o social-democrata alemão Martin Schulz.

Antonio Tajani (Partido Popular Europeu, PPE) conseguiu 287 dos votos; Gianni Pittella (Social-democratas) 200; Helga Stevens (Conservadores e Reformistas, ECR) 66; Eleonora Forenza (Esquerda Unitária) 42; Jean Lambert (Verdes) 51; e Laurentiu Rebega (Europa das Nações e a Liberdade) 45.

Para ser eleito em qualquer das três primeiras rodadas é necessário contar com a maioria absoluta dos votos válidos.

Nesta segunda votação, a maioria necessária era de 346 votos. Dos 725 votos emitidos, 691 foram válidos.

A ascensão de Tajani e a queda de Stevens levam a crer que os conservadores do ECR começaram a dividir seus votos, com alguns inclusive apoiando diretamente o candidato do PPE.

Os resultados da terceira rodada serão conhecidos no fim da tarde desta terça.

Entre a segunda e terceira votação novos candidatos podem se apresentar, embora nenhum grupo tenha se pronunciado por enquanto.

A vantagem obtida por Tajani é fruto do acordo firmado entre PPE e ALDE e da desistência do líder liberal Guy Verhofstadt.

Caso ninguém consiga a maioria necessária na terceira rodada, haverá uma quarta votação com os dois candidatos com mais apoios prévios.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos