Hollande reforça compromisso com refugiados em reunião com Acnur

Paris, 17 jan (EFE).- O presidente da França, François Hollande, reiterou nesta terça-feira o compromisso de seu país com os refugiados, após receber o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), Filippo Grandi.

Conforme um comunicado do Eliseu, Hollande manteve a contribuição de 200 milhões de euros (mais de R$ 686 milhões) para o período 2016-1018 para os refugiados sírios, uma ajuda que será entregue às agências da ONU e aos países vizinhos, em particular o Líbano.

"O presidente e Grandi repassaram as respostas internacional e europeia para garantir as obrigações em matéria de recepção de refugiados e para controlar melhor os fluxos", acrescentou a presidência.

O presidente francês reiterou os compromissos da França nos quesitos amparo e assentamento dos refugiados e ambos a situação da África, principalmente na região do Lago Chade, entre a República Centro-Africana e o Sudão, onde "insistiram na necessidade de consagrar mais meios para o desenvolvimento dos países mais vulneráveis e pediram a mobilização total dos europeus".

Hollande ressaltou o empenho da França junto à ONU para "permitir a chegada da ajuda à população em todos os cenários onde for necessário" e "lembrou que a melhora da situação humanitária é uma das condições imprescindíveis para garantir processos políticos críveis".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos