Taxistas queimam carro do Uber em Bogotá

Bogotá, 17 jan (EFE).- Um grupo de taxistas intimidou na madrugada desta terça-feira um motorista que presta serviços ao aplicativo de transporte Uber em Bogotá e queimou seu veículo, informaram as autoridades colombianas.

"Rejeitamos com veemência a justiça com as próprias mãos. O caso desta manhã é um ato completamente reprovável", disse em sua conta no Twitter o ministro da Defesa, Luis Carlos Villegas.

A versão com que trabalham as autoridades indica que um número não especificado de taxistas atacou um carro que se deslocava pelo norte da capital colombiana com dois passageiros.

Os taxistas supostamente intimidaram o motorista do Uber com uma arma de fogo e posteriormente jogaram gasolina no veículo e atearam fogo.

Perante o incidente, que gerou grande repercussão nas redes sociais na Colômbia, o vice-ministro de Transporte, Alejandro Maya, ofereceu uma recompensa de 10 milhões de pesos colombianos (aproximadamente R$ 11 mil) por informações sobre os responsáveis do ataque.

Em dezembro, a Superintendência de Portos e Transporte (Supertransporte) multou em US$ 114.432 o Uber por "descumprir a ordem de cessar a facilitação e promoção da prestação de serviços de transporte não autorizados na Colômbia".

O órgão, encarregado de vigiar e controlar a prestação do serviço público de transporte, disse que o Uber Colômbia pode receber sanções sucessivas se continuar promovendo a violação das normas de transporte do país.

O Uber, que chegou à Colômbia no final de 2013, teve grande aceitação em cidades como Bogotá, onde vários usuários se queixam da qualidade do serviço prestado pelos táxis convencionais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos