Árvores, rochas e neve soterraram hotel na Itália

Roma, 19 jan (EFE).- O Hotel Rigopiano de Farindola, no centro da Itália, onde se teme que possa haver 30 pessoas presas, desapareceu completamente sob toneladas de neve, galhos e rochas, segundo se pode ver em imagens feitas pelas equipes de resgate.

As imagens gravadas do helicóptero pela Polícia italiana mostram que este hotel de quatro estrelas, um prédio de três andares e com balneário, desapareceu completamente e só o lado do estabelecimento onde fica a piscina está descoberta, por onde os socorristas puderam entrar.

Segundo uma primeira reconstrução, a avalanche aconteceu em uma das encostas do maciço do Gran Sasso (cerca de 1.300 metros de altura), na cordilheira dos Apeninos, provavelmente devido aos quatro terremotos de magnitude superior a 5 graus que aconteceram ontem nesta região de Abruzos.

Além disso, foram registradas intensas nevascas nos últimos dias na região, onde se chegaram a acumular entre quatro e cinco metros de neve.

Soldados da Guarda de Finanza que faziam parte das equipes de resgate que chegaram durante a madrugada também gravaram algumas das salas da área do balneário nas quais se vê como a neve e as pedras invadiram tudo.

As equipes de resgate recuperaram um primeiro corpo do interior, mas teme-se que haja muito mais vítimas.

As escavações para procurar os desaparecidos continuam e em condições "dificílimas", informou a Defesa Civil.

Segundo o órgão, há cerca de 30 pessoas desaparecidas, que seriam os 22 hóspedes registrados no hotel mais o pessoal que lá trabalha. EFE

ccg/ma

(foto) (vídeo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos