Desabamento de prédio em Teerã mata 20 bombeiros

Teerã, 19 jan (EFE).- Pelo menos 20 bombeiros morreram nesta quinta-feira no desabamento de um prédio comercial de 17 andares situado no centro de Teerã, segundo anunciou o prefeito Mohamad Baqer Qalibaf à televisão estatal do país.

Os soldados de resgate ficaram presos sob os escombros quando tentavam apagar o incêndio que tinha se propagado horas antes pelo edifício.

O prefeito tinha informado anteriormente que entre 20 e 25 bombeiros estão desaparecidos, e outras fontes apontam que no momento do acidente ainda havia comerciantes no interior do prédio.

O número de mortos, no entanto, não foi confirmado pelo porta-voz dos bombeiros, Jalal Maleki, que indicou à emissora estatal que ainda não é possível determinar o estado dos desaparecidos.

O incêndio deixou, além disso, 70 feridos, a maioria membros das equipes de resgate, dos quais 23 tiveram que ser hospitalizados.

Por sua vez, o Procurador-Geral de Teerã, Yafari Dolat Abadi, citado pela agência oficial "Irna", indicou que foi dada a permissão para demolir alguns edifícios contíguos ao prédio incendiado para facilitar os trabalhos de resgate.

Abadi também revelou que os proprietários do imóvel foram advertidos em várias ocasiões sobre seu mal estado.

O incêndio, que começou às 8h (horário local, 2h30 de Brasília) no nono andar e provocou o desabamento da torre três horas e meia mais tarde, foi causado por um curto-circuito, segundo as primeiras investigações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos