EUA vivem avalanche de protestos na véspera de posse de Trump

Los Angeles (EUA.), 19 jan (EFE).- Milhares de pessoas foram às ruas dos Estados Unidos nesta quinta-feira para participar de uma avalanche de protestos contra o presidente eleito do país, Donald Trump, que assume o poder amanhã, em Washington.

Com as passeatas que se iniciaram hoje em cidades como Nova York, Chicago e Los Angeles, as manifestações querem deixar claro a rejeição de um grande número de americanos às políticas anunciadas pelo republicano, que venceu a democrata Hillary Clinton no colégio eleitoral, mas foi derrotado no voto popular.

Os primeiros protestos foram registrados hoje em instituições do Distrito Escolar Unificado de Los Angeles, onde alunos, professores e pais de família criticaram as políticas anti-imigrantes de Trump.

"Hoje reafirmamos nossa crença no poder da educação pública e estamos com nossos estudantes, pais e membros da comunidade para garantir que não importa de onde venha, rico ou pobre. Quando alguém cruzar a porta de uma escola pública, terá igualdade de oportunidades e uma educação de qualidade", disse Alex Caputo-Pearl, presidente do Sindicato dos Professores de Los Angeles.

A cidade, considerada a capital dos imigrantes ilegais do país, deve receber um grande protesto amanhã. A manifestação deve reunir mais de 90 grupos no ginásio Staples Center.

Também há manifestações planejadas em outras das principais cidades da Califórnia, que abertamente declarou uma "guerra" às políticas de Trump, especialmente em matéria de imigração e saúde.

Em Chicago, berço político do ainda presidente Barack Obama, várias manifestações também estão previstas. A maior delas será organizada pelo grupo Famílias Trabalhadoras Unidas. Outros grupos irão protestar em frente à Trump Tower da cidade.

Além delas, Nova York será palco de vários protestos. Grupos como "Os Ingovernáveis" planejam ações em Union Square, Brooklyn, Bronx e outros bairros para criticar Trump, que viajou de Manhattan para Washington para a posse de amanhã.

No sábado, outras organizações realizarão a "Marcha da Mulher", programada em centenas cidades do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos