Líder do ELN morre em operação militar no sudoeste da Colômbia

Bogotá, 19 jan (EFE).- Um líder da Frente José María Becerra, que faz parte da guerrilha Exército de Libertação Nacional (ELN), morreu em uma operação militar no município de Curral, no departamento de Cauca, no sudoeste da Colômbia.

O líder guerrilheiro, identificado pelo apelido de "Gordo Torres", era responsável pelas finanças do grupo e por conseguir materiais de guerra, indicou o comandante do Exército da Colômbia, general Alberto José Mejía, em sua conta no Twitter.

O governo da Colômbia e o ELN, a segunda principal guerrilha do país, farão uma reunião no próximo dia 7 para iniciar um diálogo de paz. Antes, como sinal de boa vontade, o grupo libertará o ex-congressista Odín Sánchez Montes de Oca, que é mantido refém desde abril do ano passado. O governo libertará dois membros da ELN.

O acordo encerra uma rodada de contatos exploratórios iniciados em 13 de janeiro, no Equador, e recoloca o processo no ponto no qual foi interrompido em outubro de 2016.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos