Unasul lamenta morte de Teori Zavascki em acidente aéreo

Quito, 19 jan (EFE).- A União de Nações Sul-Americanas (Unasul) lamentou nesta quinta-feira a morte do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, em um acidente aéreo ocorrido perto de Paraty, no litoral sul do estado do Rio de Janeiro.

"Lamentamos a morte do juiz do Supremo Tribunal Federal do Brasil, Teori Zavascki, e dos outros ocupantes da aeronave", escreveu a Secretaria Geral da Unasul em sua conta no Twitter.

"Um abraço de solidariedade para seus familiares e amigos", acrescentou o tweet da Secretaria da Unasul, com sede em Quito.

Zavascki, de 68 anos, era o ministro do Supremo responsável pela relatoria das investigações da Lava Jato, que apura o megaesquema de corrupção na Petrobras.

O magistrado, que estava de férias, também era encarregado das homologações das delações dos denunciados no maior escândalo de corrupção da história do Brasil.

O juiz era um dos quatro ocupantes do pequeno avião Hawker Beechcraft King Air C90 que caiu no mar, a dois quilômetros da pista de aterrissagem.

As equipes de resgate, que contam com a atuação da Capitania dos Portos, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar confirmaram que a aeronave estava ocupada por quatro pessoas, que três corpos foram localizados e que há um sobrevivente ferido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos