Dezenas de combatentes do EI morrem em bombardeios da coalizão em Mossul

Erbil (Iraque), 20 jan (EFE).- Dezenas de combatentes do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) morreram por bombardeios da coalizão internacional, liderada pelos Estados Unidos, quando tentavam escapar da parte leste da cidade de Mossul, informou nesta sexta-feira à Agência Efe uma fonte militar.

Aviões da coalizão bombardearam barcas que navegavam no rio Tigre, na qual os jihadistas fugiam do bairro de Al Rashidiya, no nordeste da cidade e um dos últimos redutos do setor oriental, explicou o comandante das operações na província de Ninawa - cuja capital é Mossul -, o general Nayem al Jabouri.

No entanto, ele não pôde detalhar o número exato de combatentes que morreram no ataque.

O rio Tigre atravessa a cidade de norte a sul, e a divide em duas partes.

Jabouri informou que as forças do Exército iraquiano entraram esta manhã no bairro de Al Rashidiya, que ainda está sob o controle do EI, e continua avançando para completar sua libertação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos