Polícia de Washington prende 90 pessoas após confrontos em posse de Trump

Washington, 20 jan (EFE).- Centenas de manifestantes e policiais entraram em confronto nesta sexta-feira em Washington durante protestos registrados durante a cerimônia de posse do novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e cerca de 90 pessoas já foram detidas pelos agentes no centro da capital do país.

O diretor interino da Polícia de Washington, Peter Newsham, disse em comunicado que os enfrentamentos deixaram, além dos 90 presos, várias pessoas levemente feridas e danos significativos em estabelecimentos comerciais e veículos.

Segundo a Agência Efe pôde constatar, os confrontos estão ocorrendo a apenas quatro ruas da avenida onde a caravana presidencial que levará Trump até a Casa Branca passará em breve.

"É uma pena que isso ocorra. Sabíamos que seria um dia longo. Levaremos preso qualquer um que pense que pode vir aqui e violar a lei", disse o diretor interino da Polícia de Washington.

Os enfrentamentos começaram desde o início da manhã, quando as vidraças de vários estabelecimentos foram quebradas. Por volta do meio-dia, a tensão aumentou após confronto entre os manifestantes e os agentes na esquina das ruas 12 e K no centro da capital, depois de Trump ter tomado posse oficialmente como presidente do país.

Os manifestantes quebraram a janela de vários veículos, colocaram fogo em lixeiras e jogaram pedras contra os policiais, que responderam com gás de pimenta e bombas de gás lacrimogêneo.

Por enquanto, não houve confronto entre manifestantes contrários e favoráveis ao novo presidente dos EUA.

Washington está repleta de agentes nas ruas e com ruas bloqueadas devido aos atos da cerimônia de posse de Trump.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos