Ex-filial da Al Qaeda critica facções sírias que irão a Astana

Beirute, 21 jan (EFE).- A Frente da Conquista do Levante (ex-filial síria da Al Qaeda) criticou neste sábado às facções rebeldes que participarão da conferência de paz sobre a Síria, cujo início está previsto para a próxima segunda-feira em Astana.

"Quem vai a Astana aceita direta ou indiretamente na permanência do criminoso Bashar al Assad à frente do governo", advertiu a organização em comunicado divulgado no Telegram.

Em sua opinião, o direito a participar das conversas na capital do Cazaquistão sobre o futuro da Síria e de seu povo não pertence a ninguém, "nem é direito de nenhuma categoria ou grupo, mas é papel de todas as partes da revolução e da jihad".

A Frente da Conquista do Levante e o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) estão de fora do acordo de trégua, que atualmente está em vigor no território sírio e que começou em 30 de dezembro. Esse pacto conseguido pela Rússia, aliada do Executivo de Damasco, e pela Turquia, que apoia a oposição, contempla a realização de negociações de paz em Astana.

Em seu comunicado, a Frente da Conquista do Levante rejeitou "categoricamente" esse diálogo e pediu que os demais grupos armados se unam a ele nas trincheiras e nos combates.

"A via política que acompanhou à revolução do Sham (Levante, em referência à Síria) desde o princípio não serviu a seus objetivos", acrescentou.

A antiga ramificação da Al Qaeda, que antes se chamava Frente al Nusra, esclareceu que não se opõe ao fim os bombardeios nem a ajuda às zonas assediadas.

"Mas consideramos o fato de a Rússia, como parte diplomática e política, supervisionar as conversas para uma solução (do conflito sírio) em Astana é uma humilhação flagrante aos sacrifícios da Síria e dos mujahedins (guerreiros santos)", ressaltou.

De acordo com o grupo, o encontro só servirá para proteger os interesses dos Estados que o organizam.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos