Polícia prende 7 envolvidos no roubo milionário de diamantes na Holanda

Bruxelas, 21 jan (EFE).- Ao todo, sete pessoas foram detidas por envolvimento no roubo de diamantes avaliados em US$ 72 milhões (quase R$ 230 milhões) cometido no Aeroporto Schiphol, em Amsterdã, em 2005, informou a televisão holandesa "NOS" neste sábado, que cita fontes da Polícia.

As prisões aconteceram entre ontem e hoje, na capital holandesa e em Valência, na Espanha, segundo o mesmo veículo, que acrescenta que os suspeitos são todos holandeses, cinco homens e duas mulheres. O roubo aconteceu em fevereiro de 2005 durante o assalto a um veículo blindado da companhia aérea KLM, em uma pista de segurança máxima do aeroporto. A carga de diamantes tinha como destino a cidade de Antuérpia.

Parte do carregamento foi recuperado depois, mas outra parte, avaliada em US$ 42 milhões (cerca de R$ 133 milhões) nunca foi localizada. O roubo foi um dos maiores na história da Holanda.

Depois do crime choveram críticas à segurança do aeroporto, já que os ladrões entraram através de uma área restrita, só permitida para funcionários com uma liberação especial.

Uma ampla investigação começou pouco depois e, embora algumas pessoas tenham sido presas, ninguém foi a julgamento por falta de provas. Um ano depois, a investigação foi encerrada por ausência de pistas, segundo a TV holandesa. No entanto, no ano passado, a Polícia obteve novas informações que permitiram retomar a investigação e, segundo a "NOS", não são descartadas novas detenções.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos