Espanha lamenta retirada de versão em espanhol do site da Casa Branca

Barcelona, 23 jan (EFE).- O ministro de Relações Exteriores da Espanha, Alfonso Dastis, lamentou nesta segunda-feira a retirada da versão em espanhol do site da Casa Branca.

Após uma reunião de ministros e altos cargos das Relações Exteriores da UE e países do litoral sul do Mediterrâneo, Dastis comentou em entrevista coletiva que "a gestão do site da Casa Branca é uma questão interna dos Estados Unidos, mas lamentamos" retirada do ar da versão em espanhol.

"Não parece boa ideia", acrescentou o ministro antes de lembrar que nos EUA há 52 milhões de pessoas que falam espanhol.

O chefe da diplomacia espanhola se mostrou partidário do diálogo, de modo que "quanto mais veículos de imprensa houver para desenvolvê-lo, melhor".

Por sua vez, o ministro da Justiça, Rafael Catalá, opinou que a retirada do site "não faz sentido" e reconheceu que seu governo observa com "uma certa inquietação o reforço dos valores e o olhar para dentro" dos Estados Unidos.

"Às vezes as coisas estão acima do que os governos podem decidir", disse Catalá após lembrar que o espanhol é a segunda língua do mundo, com 700 milhões que falam o idioma, e que é usado com muita frequência nos EUA.

A versão em espanhol do site da Casa Branca saiu do ar pouco depois do novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tomar posse na última sexta-feira.

Após a chegada ao poder do hoje ex-presidente Barack Obama, a Casa Branca abriu uma versão em espanhol de sua página na internet e até dias antes da mudança de comando tinha um blog dedicado a temas de interesse da comunidade hispânica no país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos