Segundo dia de negociações de paz entre Síria e rebeldes começa em Astana

Astana, 24 jan (EFE).- O segundo dia de negociações de paz entre o governo da Síria e a oposição armada começou nesta terça-feira, às 10h (hora local); 4h GMT), sob o auspício da Rússia, fiador da equipe governamental, e Turquia, valedora dos opositores.

O enviado da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, disse hoje aos jornalistas em um hotel de Astana, capital do Cazaquistão, onde acontece o encontro que está "otimista" sobre os resultados do diálogo.

As conversas começaram ontem na capital cazaque, com a participação de uma delegação iraniana ao lado de duas delegações sírias e os dois países patrocinadores, o enviado da ONU, e a presença do embaixador dos Estados Unidos em Astana, George A. Krol.

O primeiro dia de negociações entre o governo de Damasco e a oposição foi concluído após várias trocas de acusações entre as duas delegações.

O objetivo dessas conversas é poder chegar a reforçar o cessar-fogo, que entrou em vigor no país no dia 30 de dezembro, para poder ir às negociações de Genebra no próximo dia 8 de fevereiro e buscar uma transição política no país.

Na Síria, de acordo com o Observatório Sírio de Direitos Humanos, pelo menos 301.781 pessoas morreram e mais de 2 milhões ficaram feridas desde o início do conflito, em março de 2011, até o final do ano passado.

Esta é a primeira vez que Astana abriga uma rodada de negociações entre a oposição e o governo sírio, embora já foram realizadas três rodadas de diálogos de paz em Genebra, entre os anos 2012 e 2016, sem chegar a uma solução para a crise.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos