Trump é convidado para discursar no Congresso sobre planos de governo

Washington, 24 jan (EFE).- O presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, o republicano Paul Ryan, convidou nesta terça-feira o novo líder americano, Donald Trump, a dar um discurso no dia 28 de fevereiro perante as duas Câmaras do Congresso, para expor suas prioridades legislativas e de governo.

"Esta será uma oportunidade para que o povo e seus representantes escutem diretamente seu novo presidente, suas ideias e nossa agenda compartilhada, que é ambiciosa", explicou Ryan, em entrevista coletiva.

Nos Estados Unidos é tradição o presidente ir, no começo de cada ano, ao Capitólio para fazer um discurso sobre a situação do país. Quando um novo presidente assume o poder, também é habitual que discurse perante o Congresso, embora dado que a posse foi em 20 de janeiro, isso acontecerá algumas semanas depois. Após a posse em 2009, Barack Obama também fez um pronunciamento similar em fevereiro.

A Casa Branca ainda não confirmou se o novo presidente aceitará o convite de Ryan, mas é improvável que rejeite participar da tradição.

O líder republicano na Câmara baixa garantiu, durante sua entrevista coletiva, que quer que Trump tenha um "governo audaz, de ação, de soluções".

"E um governo unificado não só por seu partido, mas por um compromisso de restaurar o autogoverno e de devolver ao nosso país o rumo adequado", acrescentou Ryan.

Resta saber, durante seu primeiro discurso no Congresso, se Trump manterá ou suavizará as críticas ao poder estabelecido em Washington que inundaram seu discurso de posse na sexta-feira passada, e que aludiam, em parte, a políticos de seu próprio partido que controlam ambas as Câmaras do Legislativo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos