Lavrov afirma que levará tempo para Rússia normalizar relações com os EUA

Moscou, 25 jan (EFE).- O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, afirmou nesta quarta-feira que será necessário tempo para normalizar as relações com os Estados Unidos, mas destacou que o Kremlin está disposto a fazer sua parte.

"Está claro que, para superar o prejuízo causado à interação russo-americana durante a gestão de Barack Obama, será preciso tempo e um trabalho sério", disse o chefe da diplomacia do país em um discurso na Duma, a Câmara dos Deputados da Rússia.

"Mas, como assinalou o presidente (Vladimir) Putin, nós estamos dispostos a percorrer nosso caminho para curar as relações em prol dos interesses dos nossos povos, do interesse da segurança e da estabilidade global", completou.

Lavrov afirmou que a Rússia compartilha a postura declarada pelo novo presidente dos EUA, Donald Trump, que defende a normalização das relações diplmáticas entre os dois países.

"Mas, claro, vamos julgar as ações de Trump. Os interesses nacionais, a decência e a previsibilidade colocarão tudo em ordem", destacou o chanceler russo.

"A Rússia espera que Trump, que declarou sua intenção de concentrar-se na solução dos problemas dos EUA e de não interferir nos assuntos internos de outros países, mantenha sua postura", conclui Lavrov.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos