Morrem 2 policiais chilenos em área afetada por incêndios florestais

(Atualiza com novas declarações).

Santiago do Chile, 25 jan (EFE).- O governo do Chile confirmou nesta quarta-feira a morte de dois policiais na região sulina do Maule, enquanto apoiavam os trabalhos de evacuação em uma área afetada por incêndios florestais que arrasaram milhares de hectares.

"Não tenho maiores informações, mas infelizmente devo confirmar a morte destes dois policiais", afirmou o ministro do Interior, Mario Fernández, no Palácio de la Moneda, sede do Executivo chileno.

Trata-se do primeiro sargento Freddy Fernández Garcés e do primeiro cabo Mauricio Rocha Sepúlveda, que se encontravam em trabalhos de resgate na cidade de Constitución.

O diretor-geral da polícia militar chilena, Bruno Villalobos, disse aos jornalistas que os dois agentes morreram carbonizados da mesma forma que o veículo no qual viajavam.

"Os dois policiais falecidos estavam em uma missão de resgate e no caminho se encontraram com árvores caídas, e em poucos minutos se viram rodeados pelas chamas", explicou Villalobos.

Previamente as autoridades haviam informado do desaparecimento dos dois policiais na margem do rio Maule, enquanto coordenavam o resgate de uma família do setor de Maquehua, em uma área atacada pelas chamas.

Após conseguir a evacuação, os agentes retornaram ao lugar para verificar se não havia mais pessoas, mas não conseguiram voltar devido à intensidade do fogo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos