Trump assina decreto que autoriza construção de muro na fronteira com México

Washington, 25 jan (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou nesta quarta-feira um decreto executivo que destina verbas federais para a construção de um muro na fronteira com o México, em uma cerimônia realizada na sede do Departamento de Segurança Nacional (DHS, na sigla em inglês).

"Estivemos falando disso desde o início", afirmou Trump em relação a uma de seus mais aclamadas promessas eleitorais ao assinar o documento ao lado do recém-confirmado secretário de Segurança Nacional, o general reformado John Kelly.

Em entrevista concedida hoje à rede de televisão "ABC", Trump afirmou que a construção do muro na fronteira com o México começará "em meses" e que seu planejamento se dará "imediatamente".

"O mais breve possível, o quão breve possamos fazê-lo fisicamente", disse o bilionário.

"Diria que em meses, sim. Eu diria que em meses, certamente o planejamento vai começar imediatamente", ressaltou.

Trump confirmou que o governo americano adiantará o dinheiro necessário para iniciar a construção, mas depois os mexicanos vão restituí-lo.

"Tudo será reembolsado em uma data posterior com qualquer transação que façamos com o México. Só digo que haverá um pagamento, que acontecerá de forma alguma, talvez uma forma complicada. O que estou fazendo é bom para os Estados Unidos, também vai ser bom para o México. Um México muito estável e muito sólido", declarou.

Perguntado sobre a recusa do presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, de pagar a conta do muro, Trump respondeu que o governante não poderia dizer outra coisa.

"Ele tem que dizer isso, tem que dizer isso", justificou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos