Trump ordena criação de departamento para vítimas de estrangeiros deportáveis

Washington, 25 jan (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ordenou a criação um "departamento para vítimas de crimes cometidos por estrangeiros deportáveis" como parte de uma das ordens executivas que assinou nesta quarta-feira em matéria de segurança fronteiriça.

Segundo o texto da ordem voltada à "segurança no interior", Trump instrui o secretário de Segurança Nacional, o general reformado John Kelly, a ordenar ao Diretório de Imigração e Alfândegas dos Estados Unidos (ICE) que "tome todas as medidas apropriadas e legais" para estabelecer dentro de sua agência um departamento para tais propósitos.

O documento afirma que o objetivo desse escritório é "prestar serviços proativos, oportunos, adequados e profissionais às vítimas de crimes cometidos por estrangeiros e às famílias de tais vítimas".

"Este departamento proporcionará relatórios trimestrais sobre os efeitos da vitimização a mãos de estrangeiros criminosos presentes nos Estados Unidos", explicou.

Essa ordem, que também permite retirar os recursos federais das cidades que protegem imigrantes ilegais, conhecidas como "cidades santuário", foi assinada enquanto Trump estava cercado por mães cujos filhos foram mortos por criminosos estrangeiros com status migratório irregular.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos