PUBLICIDADE
Topo

Eike Batista pagou US$ 16,5 milhões em propinas a Cabral

26/01/2017 11h25

Rio de Janeiro, 26 jan (EFE).- O empresário Eike Batista, desde este quinta-feira considerado foragido da justiça brasileira, pagou propinas no valor de US$ 16,5 milhões ao ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, informaram funcionários da Polícia Federal (PF) e o Ministério Público em entrevista coletiva.

A operação financeira foi feita através de um contrato "fictício" que simulou a compra de uma mina de ouro por testas-de-ferro de Cabral, que está preso desde novembro do ano passado,

A PF realizou hoje uma operação em torno da rede de corrupção que aparentemente era comandada por Cabral e na qual devia cumprir nove ordens de detenção, entre elas uma contra Eike Batista, que não foi achado em seu domicílio e segundo seus advogados está no exterior, por isso que foi declarado foragido da Justiça.