Sobe para 10 o número de mortos em incêndios florestais no Chile

Santiago do Chile, 26 jan (EFE).- O número de vítimas fatais provocadas pelos incêndios florestais que afetam o centro e o sul do Chile subiu para 10 nesta quinta-feira, após a morte de outro bombeiro na cidade de Ñiquén, na região de Biobío.

O voluntário, identificado como Juan Eduardo Bizama, morreu em um acidente de trânsito, quando o caminhão cisterna em que estava tombou em um costado como consequência da queda de uma árvore na estrada.

Os incêndios são combatidos por diversos meios, entre eles 46 aeronaves entre aviões e helicópteros e cerca de 4.000 agentes por terra, incluindo bombeiros, militares e policiais, além dos próprios cidadãos que tentam manter seus bens a salvo.

Nas primeiras horas de hoje chegaram ao Chile 27 brigadistas colombianos que após uma breve escala em Santiago viajaram à região de Biobío para unir-se ao combate das chamas.

A Corporação Nacional Florestal (Conaf) informou que hoje havia no país um total de 103 incêndios florestais, dos quais 53 estavam em fase de combate, 48 sob controle e dois foram extintos, com uma superfície afetada de 273.533,7 hectares.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos