Portugal envia mais de 50 bombeiros ao Chile para ajudar a combater incêndios

Lisboa, 27 jan (EFE).- Uma brigada especial composta por mais de 50 bombeiros portugueses partiu hoje para o Chile para colaborar na luta contra a pior série de incêndios florestais da história do país.

Conforme informou o Ministério do Interior luso em comunicado, este dispositivo responde ao pedido de ajuda internacional feito pelas autoridades chilenas através do mecanismo de proteção civil da União Europeia, ao que, além de Portugal, França também respondeu.

"Ao abrigo da solidariedade que deve presidir as relações entre países amigos, e considerando o cenário em questão, Portugal envia uma equipe com recursos para o combate os incêndios florestais com veículos terrestres e ferramentas manuais, incluindo uma equipe de comando da Autoridade Nacional de Defesa Civil", revelou o comunicado.

O dispositivo inclui ainda um perito em incêndios florestais que vai colaborar com a equipe de avaliação.

A brigada especial de bombeiros partiu do Aeroporto de Lisboa pelo secretário de Estado de Interior, Jorge Gomes, e o embaixador do Chile em Portugal, Germán Guerrero, que lembrou que Portugal e seu país têm uma longa e estreita história de cooperação no combate aos incêndios florestais.

"É a primeira vez que bombeiros portugueses fazem uma operação assim", disse à Agência Efe o diplomata chileno, que agradeceu aos integrantes da brigada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos