Primeira-ministra do Reino Unido chega à Casa Branca para se reunir com Trump

Washington, 27 jan (EFE).- A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, chegou nesta sexta-feira à Casa Branca para se reunir com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, com quem discutirá um acordo comercial a cooperação transatlântica.

May é a primeira líder estrangeira que Trump recebe na Casa Branca desde que o republicano chegou ao poder há uma semana. Os dois devem conceder uma entrevista coletiva após a reunião.

A primeira-ministra, líder do Partido Conservador, mostrou afinidade com Trump em vários temas e agradeceu o apoio do novo presidente norte-americano ao "Brexit", a saída do Reino Unido com a União Europeia (UE).

May acredita que, apesar das críticas, Trump reconhece a utilidade da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), e defendeu que os países-membros da aliança destinem 2% de seus Produtos Internos Brutos (PIB) à defesa, como o Reino Unido já faz.

Ontem, May fez um discurso na reunião de senadores e congressistas republicanos na Filadélfia, que também teve a presença de Trump, e pediu uma "renovação da relação especial" entre os EUA e o Reino Unido.

"Estou encantada que o novo governo tenha transformado o acordo comercial entre nossos países em uma de suas prioridades. Esse tratado deve servir para ambos os lados e servir para os interesses mútuos", afirmou a primeira-ministra britânica.

Apesar dos elogios ao novo presidente americano, May ressaltou a importância das alianças multilaterais que foram questionadas por Trump, como a Otan e a ONU, pediu que os EUA não se isole do restante do mundo e aconselhou o republicano a "ter cuidado" com o presidente da Rússia, Vladimir Putin.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos