Robô captura imagens do interior de reator de Fukushima

Tóquio, 27 jan (EFE).- Um robô conseguiu entrar pela primeira vez no reator número dois da usina nuclear de Fukushima para avaliar seu estado e filmar a parte interna, um passo fundamental para sua complicada desativação.

As imagens, junto a outros dados captados por sensores do aparelho, como temperatura e nível de radiação no núcleo do reator, permitirão desenvolver métodos para a retirada segura do combustível gasto, conforme informou a empresa operadora da usina, a Tokyo Electric Power (TEPCO), à Agência Efe nesta sexta-feira.

Os reatores 1, 2 e 3 sofreram fusões parciais nos núcleos por causa do desastre que originou o terremoto e o tsunami de março de 2011, e conhecer o estado exato das barras de combustível radioativo é fundamental para seu manejo e retirada. No caso da unidade 2, acredita-se que o combustível se fundiu o suficiente para perfurar o compartimento de pressão e se acumular no fundo de contenção.

O vídeo feito pelo robô e divulgado pela TEPCO mostra uma plataforma metálica sob o compartimento de pressão, onde existe uma substância escura que poderia proceder das barras de combustível nuclear.

O robô, desenvolvido pela Toshiba e com formato de escorpião, conseguiu entrar no reator através de um encanamento na quinta-feira. Dois dias antes, houve uma tentativa fracassada, quando a câmera que ele levava ficou presa no duto.

Desde agosto de 2015, os técnicos da TEPCO tentam sem sucesso realizar esta operação. A dificuldade se devia à presença de escombros que bloqueavam as vias de acesso para o aparelho ou aos altos níveis de radiação detectados em um dos pontos a partir de onde o robô era operado remotamente. No próximo mês, a TEPCO deve introduzir um segundo robô no reator para fazer testes extras.

A retirada de combustível é o processo mais complexo dentro dos trabalhos de desmontagem - que levarão de três a quatro décadas - da central, palco do pior acidente nuclear da História desde o de Chernobyl (Ucrânia), em 1986.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos