Grupo armado retém 8 pessoas em região fronteiriça na Colômbia

Bogotá, 28 jan (EFE).- Pelo menos oito pessoas foram retidas neste sábado por um grupo armado, aparentemente pelo EPL, na região do Catatumbo, na fronteira com a Venezuela, entre eles seis funcionários terceirizados do Consórcio Algodonal, e dois motoristas, informaram autoridades colombianas.

Segundo o defensor público do município de Ocaña, no departamento do Norte de Santander, Nelson Arévalo, os terceirizados realizavam um estudo sobre o plano de ordenamento e manejo ambiental da bacia do rio Algodonal.

"Eles antecipavam um estudo sobre o rio Algodonal e toda sua bacia, e iam para uma reunião em San Pablo, (região rural do município de Teorama), mas já se tem informação que foram retidos aparentemente pelo Exército Popular de Libertação (EPL)", disse Arévalo para a "Caracol Radio".

Os seis profissionais que esperavam ter um reunião de socialização sobre os trabalhos que estão antecipando para determinar o estado atual da bacia, foram identificados como Paola Gallardo, Víctor Hugo Vargas, Celso Ibarra, Martha Acuña, César Galeano, e Lorena Pérez.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos