PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Apuração parcial aponta vitória de Hamon nas primárias socialistas na França

29/01/2017 18h27

Paris, 29 jan (EFE).- O ex-ministro francês Benoît Hamon se tornou neste domingo o candidato socialista às eleições presidenciais ao obter 58,65% dos votos nas primárias contra o ex-primeiro-ministro Manuel Valls, que conseguiu 41,35%, segundo a apuração parcial.

Os organizadores da apuração anunciaram o resultado ao checarem 60% dos centros de votação, nos quais votaram cerca de 1,1 milhão de eleitores.

Cerca de dois milhões de pessoas participaram do segundo turno das primárias, mais que os 1,6 milhão do primeiro e bem menos que os quatro milhões votaram em dezembro do ano passado nas primárias da direita.

Trata-se de uma grande vitória do candidato que representa a ala mais esquerdista do partido e o grupo crítico em relação ao atual presidente, François Hollande, do qual Valls foi primeiro ministro do Interior e depois primeiro-ministro.

Hamon, de 49 anos, que esteve no governo de Hollande até agosto de 2014, terá a dura tarefa de tentar a virada diante de pesquisas que mostram um cenário complicado para as eleições presidenciais. Além disso, precisará unir o Partido Socialista, mais dividido do que nunca.

Com um programa muito inovador, no qual destaca a proposta de instaurar uma renda universal para todos os maiores de 18 anos, que projeta chegar a 750 euros, o agora candidato socialista parte em quinto lugar nas intenções de voto.

As pesquisas são lideradas pela ultradireitista Marine le Pen e pelo conservador François Fillon, mas também estão na frente de Hamon o ex-ministro de Economia Emmanuel Macron e o radical de esquerda Jean-Luc Mélenchon.

Internacional