Autoridades da Malásia buscam 29 desaparecidos após suposto naufrágio

Bangcoc, 29 jan (EFE).- As autoridades da Malásia continuam com as buscas por 29 pessoas que viajavam a bordo de um navio turístico desaparecido, após resgatar o capitão e um tripulante da embarcação no litoral oriental do país, informaram neste domingo fontes oficiais.

O departamento marítimo malaio evitou detalhar o estado dos resgatados e não esclareceu o que ocorreu com o navio que zarpou na manhã de sábado de Kota Kinabalu, capital do estado oriental de Sabah, em uma excursão rumo à ilha Mengalum, cerca de 60 quilômetros ao noroeste do ponto de partida, aonde não chegou.

Entre os desaparecidos se encontram 28 cidadãos chineses e outro tripulante.

O oficial Rahim Ramli declarou ao jornal "The Star" que o capitão e o tripulante foram achados entre a ilha de Tiga e uma plataforma petrolífera, cerca de 53 quilômetros ao sul da ilha Mengalum e 50 quilômetros ao oeste de Kota Kinabalu.

A guarda costeira malaia estabeleceu uma área de 400 milhas para a busca e resgate da embarcação e de seus passageiros na qual também participam vários navios da Marinha e uma aeronave C130.

As más condições meteorológicas estão dificultando as operações, afirmou Ramli.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos