Morrem três dirigentes da Al Qaeda e 9 civis em uma operação no Iêmen

Sana, 29 jan (EFE).- Três destacados membros da organização Al Qaeda e nove civis, entre eles seis mulheres e três crianças, morreram durante uma operação, que acredita-se que poderia ser americana, em uma zona rural da província de Al Beidaa, no centro do Iêmen, informaram à Agência Efe fontes tribais e moradores.

Dezenas de soldados de forças especiais, transportados em helicópteros, desceram nesta madrugada na cidade de Yakla, na região de Keifa, a cerca de 270 quilômetros ao sudeste da capital, Sana, e atacaram várias casas de membros do grupo terrorista Al Qaeda, acrescentaram as fontes.

Antes da entrada pelos comandos, cerca de 20 helicópteros Apache e aviões não tripulados sobrevoaram a região e bombardearam uma escola, uma mesquita e uma prisão, consideradas sedes dos membros terroristas, segundo informaram à Efe vários moradores.

Na operação, que durou uma hora, segundo os aldeões, três destacados membros da organização morreram: Abdelruuf al Dahab, seu irmão Sultan al Dahab; e o terceiro, Seif al Yufi.

Os moradores da região asseguraram que seis mulheres e três crianças morreram, além de 15 combatentes da organização.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos