Premiê britânica "não concorda" com nova política migratória de Trump

Londres, 29 jan (EFE).- A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, "não está de acordo" com o veto temporário imposto pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, à entrada de cidadãos e refugiados de vários países de maioria muçulmana, informou nesta madrugada um porta-voz oficial citado pela imprensa local.

May emitiu uma declaração nesse sentido após ter recebido críticas políticas em seu país inclusive de posições conservadoras por não ter criticado a decisão adotada por Trump.

A primeira-ministra acrescentou na nota que o Reino Unido apoiará seus cidadãos se forem afetados pela proibição de conceder vistos para entrar nos EUA durante 90 dias a todos os cidadãos de Iraque, Síria, Irã, Sudão, Líbia, Somália e Iêmen.

"A política de imigração nos Estados Unidos é uma questão do governo dos Estados Unidos, igual a política de imigração para este país deve ser estabelecida por nosso governo", disse o porta-voz na declaração.

"Mas não estamos de acordo com este tipo de enfoque e não é o que nós vamos adotar", acrescentou.

"Estamos estudando esta nova ordem executiva para ver que significa e quais são os efeitos jurídicos, e em particular quais são as consequências para os nacionais do Reino Unido", informou o porta-voz de May.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos