Netanyahu proporá a Trump que renove sanções contra o Irã

Jerusalém, 30 jan (EFE).- O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou nesta segunda-feira que proporá ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que renove as sanções contra o Irã, após as informações deste fim de semana sobre um suposto lançamento de mísseis balísticos.

"A agressão iraniana não deve ficar sem resposta", escreveu Netanyahu em suas contas no Twitter e no Facebook, dando como certo que o Irã disparou mísseis que "constituem uma violação flagrante da resolução do Conselho de Segurança".

O premiê israelense antecipou que na próxima reunião com o presidente americano, prevista para este mês de fevereiro, tem a intenção de pôr sobre a mesa novas sanções contra o Irã "neste contexto e outros contextos", declarou.

A resolução 2231 da ONU proíbe o Irã de realizar testes com mísseis com capacidade nuclear.

O governo americano anterior, de Barack Obama, alcançou em 2015 um acordo nuclear com o Irã, ao qual Israel se opôs frontalmente desde o princípio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos