Terrorista de Bruxelas é entregue à França pelo período de um dia

Bruxelas, 30 jan (EFE).- A Bélgica entregou às autoridades francesas, pelo período de um dia, Mohammed Abrini, um dos terroristas do atentado contra o aeroporto de Bruxelas em 22 de março de 2016, e colaborador direto dos ataques de 13 de novembro de 2015 em Paris, informou nesta segunda-feira a procuradoria federal belga.

"No âmbito da investigação após os atentados em Paris em 13 de novembro de 2015, Mohammed Abrini foi entregue às autoridades judiciais francesas pelo período de um dia", indicou a procuradoria em comunicado.

Abrini, suposto integrante do comando terrorista que atacou o aeroporto de Bruxelas em 22 de março e também vinculado aos atentados de Paris, deixou claro no ano passado que queria cumprir sua pena na Bélgica, e não na França.

O suposto terrorista, que está retido em uma prisão em Nivelles, no sul da Bélgica, foi transferido para a França em condições de alta segurança para prestar depoimento por sua relação com os atentados de Paris.

Em 23 de junho, um tribunal de Bruxelas executou a ordem de detenção europeia emitida pela Justiça francesa contra Abrini e as autoridades deram sinal verde para sua entrega à França.

A decisão da entrega de Abrini à França, no entanto, foi em parte revogada por um tribunal belga, que declarou que a transferência de Abrini aconteceria apenas com a condição de que ele fosse julgado na França e devolvido à Bélgica para cumprir a pena.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos