Democratas boicotam votação no Senado de indicados para Saúde e Tesouro

Em Washington

  • Drew Angerer/Getty Images/AFP

    Cadeiras vazias de senadores democratas na sessão da Comissão de Finanças do Senado que votaria indicações de membros do gabinete de Donald Trump, em Washington

    Cadeiras vazias de senadores democratas na sessão da Comissão de Finanças do Senado que votaria indicações de membros do gabinete de Donald Trump, em Washington

Os senadores democratas que integram o Comitê de Finanças do Senado dos Estados Unidos boicotaram nesta terça-feira (31) a votação sobre os indicados do presidente Donald Trump para as pastas de Saúde e Tesouro, Tom Price e Steven Mnuchin, respectivamente.

"Os democratas estão boicotando deliberadamente o voto" sobre Price, explicou o presidente da comissão, o republicano Orrin Hatch, encarregado de comandar a votação sobre os indicados com o objetivo de fazer a nomeação avançar ao plenário do Senado.

Os democratas se ausentaram para evitar que a votação ocorresse, diante da recusa dos republicanos de atrasar o processo para que Price respondesse uma série de perguntas que eram "objeto de preocupação" para eles.

Nas últimas semanas, foram reveladas diversas informações que apontam que Price, congressista pela Geórgia, investiu em ações de empresas farmacêuticas que seriam beneficiadas por uma lei que ele mesmo apoiou na Câmara dos Representantes. Por esse motivo, um possível caso de uso de informação privilegiada, os democratas duvidam de sua integridade ética.

Além disso, os democratas demonstraram ter ressalvas em relação à nomeação de Price por apoiar de maneira frontal a substituição do sistema de saúde impulsionado pelo ex-presidente Barack Obama, uma das grandes promessas de campanha de Trump e um dos maiores desejos dos republicanos nos últimos anos.

No entanto, os republicanos ainda não propuseram nenhuma alternativa real à reforma da saúde de Obama, conhecida como Obamacare, e os democratas temem que milhões de pessoas fiquem sem plano de saúde nesse processo.

Os republicanos do Comitê, começando por Hatch, disseram "não ter visto nada assim" em seus anos de carreira no Senado, em relação ao boicote democrata.

No entanto, os republicanos praticaram o obstrucionismo sobre o governo de Obama de maneira reiterada, como no caso da indicação para a Suprema Corte, quando nem sequer agendaram uma audiência de consideração.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos