Luxuoso bairro em Washington unirá família Obama, Ivanka Trump e adido russo

Albert Traver

Em Washington

  • Cliff Owen/ AP

    Equipe de mudança traz pertences da família Obama para a casa alugada em Kalorama, em Washington

    Equipe de mudança traz pertences da família Obama para a casa alugada em Kalorama, em Washington

Quando voltar das férias na Califórnia, a família Obama se mudará para uma luxuosa casa no exclusivo bairro de Kalorama, em Washington, e viverá a poucos metros da filha mais velha do agora presidente dos Estados Unidos, Ivanka Trump, e da residência do adido militar da Rússia no país.

O ex-presidente Barack Obama, jovem para uma aposentadoria forçada, e a ex-primeira-dama Michelle, com fôlego para sonhar em repetir os passos do marido e também chegar à Casa Branca, encontraram a desculpa perfeita para continuarem em Washington: faltam três anos para que a filha mais nova do casal, Sasha, termine o ensino médio e chegue à universidade.

Os Obama alugaram uma casa de 595 metros quadrados e nove quartos em Kalorama, a apenas três quilômetros da Casa Branca, no número 2446 da Belmond Road, no noroeste de Washington.

No histórico bairro de nome grego reservado para a elite do país, eles estarão cercados de mansões habitadas por milionários e diplomatas, além de 30 embaixadas, como as da Turquia e da Síria, com vista para o Rock Creek Park, que atravessa a cidade.

E também terão vizinhos conhecidos. Ivanka Trump, o marido, Jared Kushner, e os três filhos do casal acabam de se mudar para o número 2449 da Tracy Place Street, a 240 metros da nova casa dos Obama.

O novo lar de Ivanka foi comprado por US$ 5,5 milhões. A casa, construída em 1923 e que tem 620 metros quadrados, possui seis quartos e cinco chaminés, segundo o site da imobiliária Redfin.

Diferente de seus irmãos Donald Junior e Eric, que tomaram as rédeas do império Trump em Nova York, Ivanka foi para Washington com o pai. Apesar de seu papel no novo governo ser uma incógnita, alguns veículos da imprensa especulam que, durante a ausência de pelo menos alguns meses da esposa do presidente, Melania, a filha do magnata pode assumir as funções da primeira-dama.

Quem tem um papel definido é Kushner, em quem Trump confia quase cegamente. O genro do republicano foi nomeado assessor sênior da presidência, um cargo que rivaliza com o chefe de gabinete da Casa Branca, Rence Priebus, e com o estrategista-chefe, Stephen Bannon.

A 160 metros da casa dos Obama, na mesma rua, há uma mansão com uma bandeira da Rússia hasteada na fachada. O imóvel é destinado ao adido militar de Moscou nos EUA, mas o posto está vazio nesse momento. A embaixada russa em Washington não respondeu às perguntas da Efe sobre como o espaço tem sido usado pelo país.

Outra personalidade que está prestes a se mudar para a vizinhança é o fundador da Amazon e dono do jornal "Washington Post", Jeff Bezos, que comprou por US$ 23 milhões uma mansão de dez quartos na S Street. O imóvel fica ao lado com a residência agora transformada em museu do ex-presidente Woodrow Wilson (1913-1921).

O bairro teve entre moradores outros quatro ex-presidentes: William Taft (1909-1913), Warren Harding (1921-1923), Herbert Hoover (1929-1933) e Franklin D. Roosevelt (1933-1945), apesar de Wilson e Obama terem sido os únicos a se mudar da Casa Branca para Kalorama.

Mas nem tudo o que reluz é ouro. Uma das desvantagens de Kalorama é a escassez de serviços: nenhum deles encontrará um supermercado perto de casa quando houver uma urgência.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos