Republicanos manobram para confirmar indicados de Trump para Saúde e Tesouro

Washington, 1 fev (EFE).- Os republicanos do Comitê de Finanças do Senado dos Estados Unidos aprovaram nesta quarta-feira a indicação dos nomeados pelo presidente Donald Trum para a Secretaria de Saúde, Tom Price, e do Tesouro, Steven Mnuchin, apesar de os democratas terem se ausentado da votação.

Por unanimidade, os republicanos concordaram em modificar as regras permanentes do comitê, que previam que pelo menos um membro de cada partido estivesse presente para iniciar uma sessão, e votaram a indicação dos novos secretários sem os democratas.

"É só outra forma de avançar com a nomeação dos indicados", disse o presidente do Comitê de Finanças, o republicano Orrin Hatch, senador pelo estado de Utah.

Os republicanos fizeram a manobra incomum depois de os democratas se negarem a participar da votação por dois dias consecutivos, alegando que os dois nomeados tinham feito declarações duvidosas sobre situações comprometedoras no passado.

No caso de Price, os democratas exigiam que ele desse mais explicações sobre uma compra de ações de empresas farmacêuticas realiza antes de apoiar no Congresso uma lei que as beneficiaria. Eles alegam que isso pode ter sido um mau uso de informação privilegiada.

Para Mcnuchin, os democratas exigiram mais dados sobre sua atuação à frente do banco OneWest, comandado por ele depois da crise financeira que abalou a economia do país em 2008.

Ambos agora terão que ser confirmados pelo plenário do Senado antes de assumirem seus cargos no governo de Trump.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos