Ato ultradireitista é cancelado nos Estados Unidos após violentos protestos

Washington, 1 fev (EFE).- O ultradireitista Milo Yiannopoulos foi obrigado na quarta-feira a cancelar um ato programado na Universidade da Califórnia, em Berkeley (Estados Unidos), após a explosão de violentos protestos que tinham como objetivo impedir sua realização.

"Já foi esvaziado o campus de Berkeley depois que violentos manifestantes de esquerda montaram barricadas, acenderam fogueiras, lançaram pedras e fogos de artifícios nas janelas", disse Yiannopoulos em sua conta no Facebook.

Centenas de manifestantes se reuniram durante a tarde neste campus universitário, um reduto esquerdista, e alguns deles entraram em confronto com as autoridades.

Uma vez cancelado o ato, a manifestação violenta se transformou em uma celebração com música e dança, mas com forte presença policial.

Yiannopoulos é um polêmico escritor greco-britânico que trabalha como editor da "Breitbart News", um site de extrema direita que foi dirigido por Steve Bannon, atual estrategista chefe da Casa Branca. EFE

at/phg

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos