Dilma lamenta falecimento da ex-primeira dama Marisa Letícia

Brasília, 2 fev (EFE).- A ex-presidente Dilma Rousseff lamentou o falecimento da ex-primeira dama Marisa Leticia, ocorrido nesta quinta-feira no hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

"Hoje é um dia triste para todos nós, que conhecemos e admiramos Dona Marisa Letícia. Sabemos do amor e da força que sempre emprestou ao presidente Lula. Uma mulher de fibra, batalhadora, que conquistou espaço e teve importante papel político", afirmou Dilma em mensagem no Twitter.

Segundo a ex-presidente, dona Marisa foi "a base" para que o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva "pudesse se dedicar de corpo e alma à luta pela construção de um outro Brasil, mais justo, mais solidário e menos desigual".

Dilma disse ainda que a ex-primeira dama e Lula "foram vítimas de perseguições e experimentaram na pele grandes injustiças".

"Imagino que a dor de Lula agora é insuportável. Mas tenho certeza de que ele saberá superar este momento difícil, recebendo de todos nós, seus companheiros e admiradores, e do povo brasileiro, muitas preces e orações, repletas de carinho e solidariedade", acrescentou.

Dona Marisa Letícia, de 66 anos, estava internada e em coma desde o dia 24 de janeiro, e sua morte cerebral foi confirmada nesta quinta-feira no hospital Sírio Libanês. Ela era a segunda esposa de Lula, com quem se casou em 1974 quando ambos eram viúvos, e foi primeira dama entre 2003 e 2010.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos