Duterte decide envolver Exército na campanha antidrogas nas Filipinas

Manila, 2 fev (EFE).- O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, afirmou nesta quinta-feira que assinará uma ordem executiva para envolver o Exército do país na polêmica "guerra contra as drogas", que deixou mais de 7 mil mortos em sete meses.

Duterte fez o anúncio em discurso na sua cidade natal, Davos. No pronunciamento, o presidente confirmou que a Polícia não terá mais participação nas operações relacionadas com a campanha.

Na segunda-feira, Duterte tinha suspendido temporariamente o programa de combate às drogas no país. A paralisação ocorreu após o assassinato de um empresário sul-coreano por agentes, o que, segundo ativistas de direitos humanos, evidenciou práticas corruptas nas forças de segurança.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos