Braço direito de Le Pen pede a Fillon que desista da disputa eleitoral

Paris, 3 fev (EFE).- Florian Philippot, vice-presidente do ultradireitista Frente Nacional (FN), pediu nesta sexta-feira ao candidato da direita francesa investigado por suposta fraude, François Fillon, que desista das eleições presidenciais da França.

"Espero que François Fillon assuma suas responsabilidades e desista destas eleições presidenciais", disse Philippot em entrevista à rádio "RTL".

Para o dirigente ultradireitista, é necessário que Fillon abdique da disputa eleitoral para que possa haver "um debate profundo" na campanha.

Fillon está cercado pela investigação judicial que busca determinar se sua esposa, Penelope, realmente exerceu a função de assistente parlamentar, pela qual ganhou cerca de 800 mil euros de dinheiro público durante 15 anos.

Philippot disse respeitar "a presunção de inocência", mas reconheceu ter mudado de opinião com a divulgação de uma entrevista de Penelope Fillon concedida em 2007 ao jornal britânico "Sunday Telegraph" na qual garantia que nunca tinha sido assistente do marido.

Segundo as pesquisas de intenção de voto, uma desistência de Fillon beneficiaria a candidatura de Marine le Pen, líder da FN, e o social-liberal Emmanuel Macron, que disputariam o segundo turno no dia 7 de maio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos