EUA impõem sanções econômicas contra o Irã após teste de mísseis

Washington, 3 fev (EFE).- O governo dos Estados Unidos, liderado pelo presidente Donald Trump, impôs nesta sexta-feira sanções econômicas a "múltiplos indivíduos e entidades" do Irã em resposta ao recente teste de um míssil de médio alcance.

Estas sanções têm como alvos específicos 13 indivíduos e 12 entidades relacionados com o programa de mísseis de Teerã.

"O contínuo apoio do Irã ao terrorismo e o desenvolvimento de seu programa de mísseis representam uma ameaça à região, mas aos nossos parceiros no mundo todo e aos Estados Unidos", explicou John Smith, o diretor interino do Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros do Tesouro americano, em comunicado.

No domingo passado, o Irã realizou um teste de míssil de médio alcance que explodiu após percorrer mil quilômetros e despertou os alertas por parte dos EUA.

Como resposta, Trump afirmou nesta sexta-feira que o Irã "está brincando com fogo". Em mensagem em sua conta da rede social Twitter, o presidente americano acusou o país de não ter agradecido a "consideração" de Barack Obama com o regime iraniano, com o qual a comunidade internacional assinou um acordo nuclear.

Na quinta-feira, o líder americano disse na mesma rede social que o Irã deveria estar "agradecido" pelo "espantoso" acordo nuclear assinado e lembrou que o país foi posto "sobre aviso" pelo recente teste de um míssil de médio alcance.

"O Irã foi formalmente colocado sobre aviso por disparar um míssil", comentou Trump.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos