Indiferente a ameaças dos EUA, Irã afirma que não iniciará uma guerra

Teerã, 3 fev (EFE).- O ministro iraniano das Relações Exteriores, Mohamad Javad Zarif, expressou nesta sexta-feira a "indiferença" do país em relação às ameaças do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e garantiu que o Irã não iniciará uma guerra.

"O Irã é indiferente às ameaças ao obter segurança para o nosso povo. Nunca iniciaremos a guerra, mas só podemos confiar em nossos próprios meios de defesa", disse Zarif em mensagem divulgada em sua conta oficial no Twitter.

O chefe da diplomacia iraniana insistiu que o país não usará suas armas contra ninguém, "exceto em defesa própria", como já afirmou após o recente teste de um míssil.

"Vejamos se algum dos que se queixam pode fazer esta mesma declaração", acrescentou Zarif, em alusão à intervenção militar americana em países como Afeganistão e Iraque.

Os comentários do ministro são uma resposta a um tweet de Trump, que nesta sexta-feira disse que o Irã "está brincando com fogo" porque ele não terá a mesma "consideração" pelo país que o antecessor no cargo, Barack Obama.

Esta mensagem foi publicada poucas horas após vários veículos da imprensa americana informarem que Washington planeja ampliar as sanções contra o governo iraniano.

A relação entre ambos os países piorou desde que Trump ordenou a suspensão por três meses da emissão de vistos aos cidadãos iranianos e de outros seis países de maioria muçulmana. O Irã decidiu aplicar uma medida recíproca contra os cidadãos americanos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos