Milhares participam de funeral de vítimas do ataque a mesquita de Québec

Toronto (Canadá), 3 fev (EFE).- Milhares de pessoas, entre elas o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, participaram na cidade de Québec do funeral de três das seis vítimas do ataque terrorista contra uma mesquita ocorrido no domingo passado.

Mamadou Tabou Barry, Ibrahima Barry e Azzedine Soufiane morreram na noite do último domingo, junto com Khaled Belkacemi, Abdelkrim Hassane e Aboubaker Thabti, quando um indivíduo disparou contra as pessoas que rezavam na mesquita do Centro Cultural Islâmico da cidade de Québec. O funeral, que aconteceu no Centro de Convenções de Québec, teve a participação de Trudeau e do primeiro-ministro da província de Québec, Philippe Couillard.

Ontem, aconteceu em Montreal um grande funeral em homenagem a Belkacemi, Hassane e Thabti também com a presença de Trudeau e de outros líderes políticos, sociais e religiosos do Canadá.

A Polícia acusou Alexandre Bissonnette, de 27 anos e nascido em Québec, de ser o autor do massacre.

Além dos seis mortos, o ataque deixou oito pessoas feridas, cinco delas com gravidade. Bissonnette, que tinha expressado em redes sociais apoio à política de extrema direita francesa, foi acusado por seis assassinato em primeiro grau e cinco tentativa de assassinato.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos