Jordânia bombardeia Estado Islâmico no sul da Síria

Amã, 4 fev (EFE).- A Jordânia bombardeou posições do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) no sul da Síria na noite de sexta-feira com aviões de guerra e drones, anunciou neste sábado o Exército jordaniano em comunicado.

Os bombardeios destruíram depósitos de munição, veículos e quartéis usados pelos jihadistas, que sofreram várias baixas, indicou a nota.

"Os ataques aéreos são uma continuação da guerra da Jordânia contra este grupo criminoso", acrescentou do Exército.

A Jordânia faz parte da coalizão internacional liderada pelos EUA contra o EI, que foi formada há dois anos.

Este é o primeiro ataque aéreo revelado pela Jordânia desde fevereiro de 2015, quando o país efetuou uma série de bombardeios contra o EI depois que os terroristas queimaram vivo o piloto jordaniano Moaz Kasasbeh, cujo avião foi derrubado na província síria de Al Raqqa em dezembro de 2014.

Em dezembro, o EI reivindicou a autoria de um ataque de um grupo armado na cidade jordaniana de Al Karak no qual morreram 10 pessoas, entre eles um turista canadense e nove policiais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos