Começa em Astana reunião de acompanhamento do cessar-fogo na Síria

Astana, 6 fev (EFE).- A primeira reunião do grupo operacional para o acompanhamento do cessar-fogo na Síria, com a participação de representantes de Rússia, Turquia e Irã, começou nesta segunda-feira em Astana, capital do Cazaquistão

Nas consultas participam também especialistas da ONU e da Jordânia, segundo fontes citadas por veículos de imprensa russos.

Além de avaliar o cumprimento do cessar-fogo, os participantes da reunião, devem elaborar mecanismos de controle para evitar violações à trégua.

Também abordarão a situação humanitária, assim como medidas para aumentar a confiança entre as autoridades e a oposição síria.

"As reuniões do grupo operacional /para a Síria em Astana terão um caráter regular e contarão com representantes do governo da Síria e da oposição armada", explicou o Ministério da Defesa russo.

A Rússia espera que na reunião de Astana se aborde "a separação entre as unidades da oposição moderada e do grupo terrorista Frente al Nusra".

Segundo Moscou, os países fiadores do cessar-fogo veem nisso um de seu objetivos mais importantes.

Às vésperas da reunião, o ministro das Relações Exteriores cazaque, Kairat Abdrakhmanov, antecipou que esta terá "caráter técnico" e que é "continuação do processo de Astana".

Em janeiro passado, em consultas com representantes das autoridades e da oposição armada síria, os países fiadores do cessar-fogo (Rússia, Turquia e Irã) acertaram na capital cazaque criar um mecanismo tripartite para supervisionar a trégua na Síria, da qual estão excluídos os grupos jihadistas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos