Fillon pede perdão por nomear familiares, mas insiste nada foi ilegal

Paris, 6 fev (EFE).- O candidato conservador à presidência da França, François Fillon, pediu perdão nesta segunda-feira por ter nomeado sua esposa e seus filhos como assistentes parlamentares, uma prática que "os franceses rejeitam", mas que "é legal", insistiu.

Em uma grande entrevista coletiva, o ex-primeiro-ministro garantiu que é vítima de "uma campanha difamatória e caluniosa" para evitar que seu programa de "ruptura" vença nas eleições presidenciais, embora admita ter cometido "erros".

"Dar trabalho à minha família foi um erro e apresento minhas desculpas aos franceses. Era uma prática habitual no passado que atualmente os franceses rejeitam. Tratava-se de uma relação de confiança que agora desperta desconfiança", afirmou o candidato.

Fillon afirmou que contratou seus parentes porque tinham a competência para o posto e porque era um cargo de confiança.

O candidato conservador se comprometeu a publicar na internet detalhadamente as remunerações de sua esposa, Penelope, e de seus filhos Charles e Marie, que considerou "justas e transparentes".

Em relação a sua esposa, afirmou que tratava de assuntos na circunscrição eleitoral de Sarthe, por onde era deputado, e, por isso, não ia ao parlamento.

"Cumpria ações modestas, na sombra, a sós, que parecem anódinas, mas que são indispensáveis", indicou.

Após se mostrar convencido de que será absolvido pela justiça, Fillon negou que irá retirar sua candidatura e se apresentou como o único capaz de realizar seu programa, enquanto previu um "fracasso" da direita caso haja mudanças na liderança.

"Nada me fará renunciar à candidatura", afirmou sobre uma possível queda nas pesquisas que, disse, nunca apontaram sua vitória nas primárias.

Apesar de reconhecer que empregar sua esposa gera dúvidas éticas, Fillon garantiu que não devolverá o dinheiro que ela ganhou "porque corresponde a um trabalho realizado".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos