MP do Peru acusa ex-presidente de lavagem de dinheiro em 'caso Odebrecht'

Lima, 6 fev (EFE).- O Ministério Público do Peru anunciou nesta segunda-feira formalmente a abertura de uma investigação penal Do ex-presidente do país Alejandro Toledo pelos crimes de tráfico de influência e lavagem de dinheiro pela cobrança de propinas para favorecer a concessão de contratos à construtora Odebrecht.

Em mensagem postada em sua conta oficial no Twitter, o Ministério Público informou que o processo também se estende a Jorge Barata, ex-diretor dos escritórios da Odebrecht no Peru, e a Josef Maiman, empresário amigo de Toledo e apontado como suposto testa de ferro do ex-presidente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos