Após férias, Obama e Michelle iniciam atividades de escritório em Washington

Cristina García Casado.

Washington, 7 fev (EFE).- Após duas semanas de férias, Barack e Michelle Obama já estão em Washington e começaram a trabalhar no novo escritório que coordenará as atividades de ambos depois de terem deixado a Casa Branca.

O site na internet é "barackobama", mas o nome deixa claro que o projeto é de ambos. "Escritório de Barack e Michelle Obama".

A mensagem de boas-vindas é "nós também amamos vocês" e parece responder aos milhões de cidadãos que expressaram em manifestações e nas redes sociais quanta falta sentem do casal.

Obama foi um dos presidentes que deixou a Casa Branca com maior índice de aprovação, cerca de 60%, enquanto Michelle atingiu 68% em algumas pesquisas, como uma realizada pelo Instituto Gallup.

A foto de fundo do site é uma simbólica imagem do casal, de costas, olhando para o Monumento a Washington, o obelisco do centro da capital americana, e para a esplanada do National Mall.

Um vídeo breve, mas potente, do discurso de despedida de Obama em Chicago serve como declaração de intenções: "Foi a maior honra da minha vida servi-los. E não vou parar, vou estar com vocês todos os dias da minha vida".

O site, de design simples, contém uma apresentação, com as biografias do casal, e três formulários: para jornalistas, para os que querem que Obama ou Michelle falem em um evento e para quem desejar mandar uma mensagem a algum dos dois.

"Como o presidente Obama disse, a mudança que buscamos levará mais de um mandato ou uma presidência. A mudança real, a grande mudança, leva muitos anos e requer que cada geração abrace as obrigações e as oportunidades que vêm com o título de cidadão", indicou a breve apresentação.

No sábado, o escritório enviou um e-mail aos jornalistas para cadastrá-los para receber os comunicados divulgados pelo casal no futuro.

Obama só falou uma única vez depois que deixou o cargo. No dia 30 de janeiro, o ex-presidente disse, através de um porta-voz, que os valores americanos estavam em perigo com as medidas migratórias assinadas por seu sucessor, Donald Trump.

Obama deixou a Casa Branca em 20 de janeiro, aos 55 anos. Jovem em relação aos demais ocupantes do cargo, sua pós-presidência pode ser uma das mais longas da história do país.

No projeto da nova missão está a Fundação Obama, que se encarrega também de supervisionar a construção da biblioteca e do centro presidencial em Chicago. "A Fundação Obama é um projeto em criação para moldarmos, juntos, o que significa ser um bom cidadão", explica a descrição da entidade no Twitter.

Os Obama decidiram viver em Washington depois da presidência para que a filha mais nova do casal, Sasha, de 15 anos, possa terminar o ensino médio. Na última quinta-feira, a família chegou à nova casa na capital após passar duas semanas de férias.

Trata-se de uma mansão alugada no exclusivo bairro de Kalorama, no noroeste da capital, onde também residem desde janeiro a filha mais velha do novo presidente, Ivanka Trump, e seu marido, Jared Kusher, um dos principais assessores da Casa Branca.

A mansão está a menos de dois quilômetros do escritório que o ex-presidente alugou na organização ambientalista World Wildlife Fund, que aluga espaços para outras entidades.

A permanência dos Obama na capital, livres agora das restrições da Casa Branca, empolga muitos moradores e editores de revistas de lazer locais. Todos se perguntam onde poderão encontrar casualmente com Obama e Michelle.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos