Filósofo Tzvetan Todorov morre em Paris, aos 77 anos

Madri, 7 fev (EFE).- O filósofo búlgaro Tzvetan Todorov, um dos intelectuais mais reconhecidos do mundo, morreu nesta terça-feira em um hospital de Paris (França), informou à Agência Efe seu editor na Espanha, Joan Tarrida.

Também linguista, sociólogo, historiador, crítico e teórico literário, Todorov nasceu em Sófia, em 1939, se mudou para Paris em 1963 e se tornou um destacado analista cultural.

No Brasil, ele tem publicados muitas obras, entre elas "A Gramática do Decameron", "A Conquista da América: a Questão do Outro" e "Os inimigos íntimos da democracia".

Em 2008, recebeu na Espanha o Prêmio Príncipe de Astúrias de Ciências Sociais como um referencial indiscutível do pensamento europeu contemporâneo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos